"Se nada nos salva da morte, que o amor nos salve da vida."

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Apenas uma vez...




Eu não te conheço
Mas eu quero você
É o que mais quero
As palavras passam por mim
E sempre me enganam
E não consigo reagir
E jogos que nunca significam nada
E valem mais do que realmente são
Vão se jogar até acabar

Pegue esse navio afundando e aponte para casa
Nós ainda temos tempo
Levante sua voz esperansosa, você tem escolha
Você a fez agora

Caindo devagar, olhos que me conhecem
E eu não posso voltar
Mudanças de humor que me apagam
E estou pintado de preto
Você sofreu o bastante
E você lutou consigo mesmo
E foi a vez que você ganhou

Pegue esse navio afundando e aponte para casa
Nós ainda temos tempo
Levante sua voz esperansosa, você tem escolha
Você a fez agora

Pegue esse navio afundando e aponte para casa
Nós ainda temos tempo
Levante sua voz esperansosa, você tem escolha
Você a fez agora
Caindo devagar cantando sua melodia
Eu cantarei junto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário