"Se nada nos salva da morte, que o amor nos salve da vida."

terça-feira, 24 de dezembro de 2013


sábado, 21 de dezembro de 2013

O "lado negro" do signo de virgem

E… Virgem…
Faz de conta que você tem uma empresa e acha que o seu sócio está te roubando e você precisa ter certeza e para isto, você terá que mexer em todo o complexo livro caixa, numa busca pelos últimos três anos de lucros da empresa. Que chato, não?
Não para um virginiano.
Minúcias, detalhes, cálculos complicados, deixe tudo para ele. O virginiano é muito organizado, e não só no sentido de casa impecável e limpa, mas sim na organização mental.
A capacidade de concentração destas pessoas é impressionante e se você resolver mentir para eles espero que seja bom, porque eles vão somando detalhes, expressões de rosto e friamente vão dizer na sua cara: Você mentiu! E vão explicar o porquê.
Dá ódio. Não se esquecem de nada, anotam tudo, conseguem ser pontuais e obedecer à rotina de uma maneira perfeita. Espiem só a agenda de um virginiano típico:
07h15min O despertador toca e o virginiano reza não se esquecendo de agradecer o aumento que ganhou e os 3 quilos que conseguiu perder.
07h20min O virginiano vai para o banheiro e faz xixi, em seguida cocô, usa 7 vezes o papel higiênico (mesmo sabendo que tomará banho em seguida), e aperta duas vezes a descarga, pois tem pavor de resíduos.
07h25min O virginiano entra no chuveiro e molha bem os cabelos e depois de bem molhado, ele passa o xampu, esfregando bem e enquanto o xampu age, ele escova os dentes com a escova elétrica.
Enxágua os cabelos e a boca, e repete as duas operações (cabelos e dentes) por mais um minuto e novamente enxágua. Não passa condicionador porque só usa dia sim, dia não. E hoje é o dia do não.
Em seguida esfrega com a esponja vegetal as partes mais ásperas do corpo (cotovelos, calcanhares, joelhos) e depois com o sabonete antibacteriano ele lava axilas, solas dos pés, e partes pudentes.
Depois lava o restante do corpo com o sabonete liquido hidratante e enxágua tudo com a água fria porque tonifica os músculos. Sem medo de ser feliz, lava o rosto com o sabonete para peles mistas.
Depois… E por aí vai…
Sexualmente eles usam o lado b e então fazem o sexo com muito beijo molhado, saliva, palavrões, tapas, ou seja o chamado ‘sexo sujo’, porque é ali que eles se soltam. Não se esqueçam que todo mundo tem um lado b, mas o do virginiano é quase c.
As mulheres são excelentes esposas e namoradas, mas são exigentes demais, detalhistas, do tipo que se o coitado deixar a toalha molhada em cima da cama ela surta.
São excelentes executivas, secretárias, médicas e cobradoras de ônibus.
E quando discutem a relação é péssimo, porque fazem um apanhado dos últimos 5 anos, sem perder nenhum episódio de briga e ofensas, repetindo até frases e insultos.
Mas o virginiano em geral é bem asseado.
Se você estiver na cama com algum deles e tiver com mau hálito, chulé ou um cheiro forte debaixo do braço, ele fala na sua cara e te manda para o banho.
E se você quer um sexo filme pornô, pegue alguém deste signo. O que é excitante pois eles tem uma aparência distinta e tímida, mas…ui! Claro, mas com muita higiene.
E tem todos os remédios do mundo: São hipocondríacos. São capazes de tomar Imosec antes da feijoada.

domingo, 15 de dezembro de 2013

Faltam 3 dias!


segunda-feira, 9 de dezembro de 2013


segunda-feira, 2 de dezembro de 2013


'Quero me esconder da hipocrisia, me desviar da mentira e passar batido de fofoqueiros. Reciclar minha audição, aprimorar a minha visão, me desligar da maldade que alguns sorrisos escondem. Você, como eu, pode fazer escolhas, e eu escolhi não me deixar contaminar! Quer saber, não se preocupe mais com tanta bobagem, apenas viva! Se for chorar que seja de felicidade! Não se preocupe tanto assim com o que dizem de você, o único que te conhece como ninguém é Deus! Dê valor a quem te ama, guarde as cartas de amor e jogue fora as ofensas. Viva cada dia como se fosse o último! Não tente entender o mundo nem as pessoas, é perda de TEMPO. Apenas viva e sorria! PERMITA que a felicidade entre na sua vida e não deixe que ela vá embora! '


domingo, 1 de dezembro de 2013

O poder das palavras

Preciso ficar com você




Fiz os meus pedidos

Te contei quase todos os segredos
Até lembrei o que tinha esquecido
Desisti porque não era mais tão cedo



Não tinha percebido que um dia enfrentei aqueles medos
E os sonhos que não eram mais felizes acabaram com um gosto bem azedo



Não vou chorar, te espero até amanhecer
Pra me acalmar, só preciso ficar com você



Era proíbido, mesmo assim acreditei nesse desejo
Nos seus braços eu vivi um paraíso
Não consigo mais viver sem os seus beijos



Não tinha percebido que um dia enfrentei aqueles medos
E os sonhos que não eram mais felizes acabaram com um gosto bem azedo



Não vou chorar, te espero até amanhecer
Pra me acalmar, só preciso ficar com você

sábado, 23 de novembro de 2013

Eu quero! :D

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Ta foda!!!!


domingo, 17 de novembro de 2013

sábado, 16 de novembro de 2013

uma coisa sua que ficou em mim...

                                                             11 meses......... :(
Eu hoje tive um pesadelo e levantei atento, a tempo
Eu acordei com medo e procurei no escuro
Alguém com seu carinho e lembrei de um tempo
Porque o passado me traz uma lembrança
Do tempo que eu era criança
E o medo era motivo de choro
Desculpa pra um abraço ou um consolo
Hoje eu acordei com medo mas não chorei
Nem reclamei abrigo
Do escuro eu via um infinito sem presente
Passado ou futuro
Senti um abraço forte, já não era medo
Era uma coisa sua que ficou em mim,
De repente a gente vê que perdeu
Ou está perdendo alguma coisa
Morna e ingênua
Que vai ficando no caminho
Que é escuro e frio mas também bonito
Porque é iluminado
Pela beleza do que aconteceu
Há minutos atrás
Eu hoje tive um pesadelo e levantei atento, a tempo
Eu acordei com medo e procurei no escuro
Alguém com seu carinho e lembrei de um tempo
Porque o passado me traz uma lembrança
Do tempo que eu era criança
E o medo era motivo de choro
Desculpa pra um abraço ou um consolo
Hoje eu acordei com medo mas não chorei
Nem reclamei abrigo
Do escuro eu via um infinito sem presente
Passado ou futuro
Senti um abraço forte, já não era medo
Era uma coisa sua que ficou em mim, que não tem fim
De repente a gente vê que perdeu
Ou está perdendo alguma coisa
Morna e ingênua
Que vai ficando no caminho
Que é escuro e frio mas também bonito
Porque é iluminado
Pela beleza do que aconteceu
Há minutos atrás

quarta-feira, 13 de novembro de 2013



quarta-feira, 6 de novembro de 2013


segunda-feira, 4 de novembro de 2013


sábado, 2 de novembro de 2013

E não ha dúvidas... eu te amo com a alma e com o coração!


Para teu amor, eu tenho tudo

Desde meu sangue até a essência de meu ser
E para teu amor que é meu tesouro
Tenho minha vida toda inteira a teus pés
E tenho também

Um coração que morre por dar amor
E que não conhece o fim
Um coração que bate por você
Para teu amor, não há despedidas
Para teu amor eu só tenho a eternidade

E para teu amor que me ilumina
Tenho uma lua, um arco-iris e um cravo
E tenho também
Um coração que morre por dar amor
E que não conhece o fim
Um coração que bate por você
Por isso eu te amo, tanto que não sei como explicar
O que sinto

Eu te amo, porque sua dor, é a minha dor
E não ha duvidas
Eu te amo com a alma e com o coração
Te venero
Hoje e sempre, eu te agradeço meu amor
Por existir

Para teu amor eu tenho tudo
Eu tenho tudo e o que não tenho também
Conseguirei
Para teu amor, que é meu tesouro
Tenho a minha vida toda inteira a seus pés
E tenho também
Um coração que morre por dar amor
E que não conhece o fim
Um coração que bate por você
Por isso eu te amo tanto que não sei como explicar
O que sinto

Eu te amo, porque sua dor, é a minha dor
E não ha dúvidas
Eu te amo com a alma e com o coração
Te venero
Hoje e sempre, eu te agradeço meu amor
Por existir

sexta-feira, 1 de novembro de 2013



Sentindo o meu caminho em meio à escuridão
Guiado pela batida de um coração
Não sei dizer onde a jornada vai acabar
Mas sei onde começar

Dizem-me que sou muito jovem para entender
Dizem que estou preso em um sonho
Bem, a vida vai passar por mim se eu não abrir meus olhos
Bem, tudo bem por mim

Então, acorde-me quando tudo estiver acabado
Quando eu for mais sábio e mais velho
Todo este tempo eu estava procurando por mim mesmo
E não sabia que eu estava perdido

Então, acorde-me quando tudo estiver acabado
Quando eu for mais sábio e mais velho
Todo este tempo eu estava procurando por mim mesmo
E não sabia que eu estava perdido

Tentei carregar o peso do mundo
Mas só tenho duas mãos
Espero ter a chance de viajar o mundo
Mas não tenho nenhum plano
Gostaria de poder permanecer jovem assim para sempre
Sem medo de fechar os meus olhos
A vida é um jogo feito para todos
E o amor é um prêmio

Então, acorde-me quando tudo estiver acabado
Quando eu for mais sábio e mais velho
Todo este tempo eu estava procurando por mim mesmo
E não sabia que eu estava perdido

Então, acorde-me quando tudo estiver acabado
Quando eu for mais sábio e mais velho
Todo este tempo eu estava procurando por mim mesmo
E não sabia que eu estava perdido

Eu não sabia que eu estava perdido
Eu não sabia que eu estava perdido
Eu não sabia que eu estava perdido
Eu não sabia que eu estava perdido



quarta-feira, 30 de outubro de 2013

O amor acaba, mas nem sempre termina

Sim, o amor acaba, é do jogo, mas muita gente se avexa, numa azáfama dos diabos, querendo se jogar do abismo ainda a léguas do despenhadeiro.
O amor acaba, mas tem sempre um “chorinho”, como do generoso garçom no nosso uísque.
O mundo anda muito impaciente com as complicações amorosas, como se fosse fácil juntar duas criaturas sob as mesmas telhas da rotina.
É preciso estar preparado(a) para as goteiras, para a hora em que o amor vaza ou pinga no chão da casa e não há balde ou rodo que dê jeito.
No que vos conto, sob a desculpa do encorajamento coletivo, afinal de contas animar a vida besta também é papel de um cronista-fabulista:
E quando imaginávamos que estava tudo acabado, que amor não mais havia, que tinha ido tudo para as cucuias, que o fogo estava morto, que o amor era apenas uma assombração do Recife Antigo…
Quando já dizíamos, a uma só voz, a crônica de Paulo Mendes Campos que repito ao infinitum:
“Às vezes o amor acaba como se fora melhor nunca ter existido; mas pode acabar com doçura e esperança; uma palavra, muda ou articulada, e acaba o amor; na verdade; o álcool; de manhã, de tarde, de noite; na floração excessiva da primavera; no abuso do verão; na dissonância do outono; no conforto do inverno; em todos os lugares o amor acaba; a qualquer hora o amor acaba; por qualquer motivo o amor acaba…”
Quando já separávamos, olhos marejados, os livros e os discos…
Quando mirávamos, no mesmo instante, a nossa foto feliz no porta-retratos…
Quando não tínhamos nem mais ânimo para as clássicas D.R´s –as mitológicas discussões de relação…
Ave, palavra, até o gato, nervoso, sem saber com quem ficaria, quebrava coisas dentro de casa àquela altura; o papagaio blasfemava, diabo verde!
Estava na cara, naquela fantástica zoologia amorosa: aqueles pombinhos já eram.
O cheiro do fim tomara todos os cômodos, a rua, o quarteirão, o bairro, a cidade, o mundo…
Quando só restava cantar uma música de fossa… “Aquela aliança você pode empenhar ou derreter…”
Quando só restava a impressão de que eu já vou tarde…
Quando só restava Leonardo Cohen (foto) no iphone da moça moderna…
Quando eu não era mais o cara, embora insistisse em cantar o “I´m your man” deste mesmo trovador canadense…
Sim, o quadro era triste, não se tratava de hipérbole ou demão de tintas gregas.
De tanta inércia, faltava até força para que houvesse a separação física, faltava força para arrumar as malas, pegar as escovas, contar aos chegados comuns, tomar um porre.
Ah, amigo, quer saber quem bateu o ponto final da história?
Ela, claro, você acha que homem tem coragem para acabar qualquer coisa? Mulher é ponto final; homem ponto e vírgula, reticências, atalhos, barrigas de palavras, verbos e orações.
O estranho é que ela não disse, em nenhum momento, que não gostava mais do pobre mancebo.
Aquilo encucava. Porque um homem,  disse o velho Antonio Maria, padrinho sentimental deste cronista, nunca se conforma em separar-se sem ouvir bem direitinho, no mínimo quinhentas vezes, que a mulher não gosta mais dele, por que e por causa de quem etc etc, a longuíssima milonga do adiós.
E nesse clima de fim sem fim as folhinhas outonais do calendário foram despencando sobre a relva fresca do desgosto.
Eu acabara de levantar do amigo sofá, que havia se transformado no meu leito, quando ela passou com uma cara de impaciência e desassossego.
Mais que isso: ela estava com vontade de matar gente!
Era a cara que fazia quando estava faminta. Sabe mulher que fica louca quando a fome aperta e a angústia da existência vocifera pelos barulhos do estômago?
Vi aquela cena e caí na gargalhada. A princípio ela estranhou… Mas sacou tudo e danou-se a morrer de rir igualmente. Nos abraçamos e rimos e rimos e rimos e rimos daquilo tudo, rimos da nossa fraqueza em não dar uns nós nos clichês, inclusive o da volta por cima, rimos do nosso silêncio sem sentido, rimos desses casais que se separam logo na primeira crise, rimos da falta de forças para enfrentar os maus bocados, rimos, rimos, rimos.
Rimos da preguiça sentimental da humanidade e nos esbagaçamos de amor no chão da sala mesmo.
E um casal que ainda ri junto tem muita lenha verde para gastar na vida e fazer cuscuz com carneiro e outros banquetes nada platônicos movidos a bagaceiras, alentejanos sagrados e salineiras aguardentes.
Agora ela está deitada, linda, cheirosa, gostosa, psiu!, silêncio, ela dorme enquanto escrevo essa crônica!

POR XICOSA

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Estar apaixonado é como estar drogado, muitos sintomas físicos são os mesmos, você se

 sente bem, é uma explosão energética, o corpo envia sinais de que aquela pessoa de

 alguma forma pode mudar sua vida. Você fica levinho depois de beijos longos, sente todo

 carinho ao encostar mão na mão, o silêncio lhe fala
.
Você passa então a reparar em tudo, como é que ele beija, como lhe dá a mão, qual a

 expressão do olhar ao lhe falar, como movimenta as mãos, como a abraça?

Como ele cuida de você, ele fica nervoso quando te vê, ele sente sua falta, ele é gentil, fica

 sorridente, fica carinhoso, sente ciumes bobo, perde o medo, ele te faz perder o medo?

Ele te faz se sentir confortável, você está segura?

Se ele é o cara que te faz sorrir, é o anjo que te ilumina, o que quer o seu bem, o que quer

 você o tempo todo, o que vai cuidar de você
.
Não se pode mais perder tempo, não se pode perder.

segunda-feira, 28 de outubro de 2013



Cheguei a tempo de te ver acordar
Eu vim correndo à frente do sol
Abri a porta e antes de entrar
Revi a vida inteira

Pensei em tudo que é possível falar
Que sirva apenas para nós dois
Sinais de bem, desejos vitais
Pequenos fragmentos de luz

Falar da cor dos temporais
Do céu azul, das flores de abril
Pensar além do bem e do mal
Lembrar de coisas que ninguém viu
O mundo lá sempre a rodar
E em cima dele tudo vale
Quem sabe isso quer dizer amor,
Estrada de fazer o sonho acontecer

Pensei no tempo e era tempo demais
Você olhou sorrindo pra mim
Me acenou um beijo de paz
Virou minha cabeça

Eu simplesmente não consigo parar
Lá fora o dia já clareou
Mas se você quiser transformar
O ribeirão em braço de mar

Você vai ter que encontrar
Aonde nasce a fonte do ser
E perceber meu coração
Bater mais forte só por você
O mundo lá sempre a rodar,
E em cima dele tudo vale
Quem sabe isso quer dizer amor,
Estrada de fazer o sonho acontecer

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Que a felicidade não dependa do tempo, nem da paisagem, 

nem da sorte, nem do dinheiro. Que ela possa vir com


toda simplicidade, de dentro para fora, de cada um para

 todos. Que as pessoas saibam falar, calar, e acima de

tudo ouvir. Que tenham amor ou então sintam falta de não 

tê-lo. Que tenham ideais e medo de perdê-lo. Que

amem ao próximo e respeitem sua dor. Para que tenhamos 


certeza de que: Ser feliz sem motivo é a mais

autêntica forma de felicidade.” 

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Somos mais do que mil somos um

Hoje acordei sem lembrar se vivi ou se sonhei
Você aqui nesse lugar que eu ainda não deixei

Por todas as vezes que você me apoiou
Por todas as verdades que você me fez ver
Por toda alegria que você trouxe para minha vida
Por todos os erros que você fez tornarem-se certos
Por todos os sonhos que você fez tornarem-se reais
Por todo amor que encontrei em você
Eu serei eternamente grata!


Você foi minha voz quando não podia falar
Você foi meus olhos quando não podia ver
Você viu o melhor que estava em mim
Me levantou quando não podia alcançar
Você me deu fé porque você acreditou
Eu sou tudo que sou
Porque você me amou

Você me deu asas e me fez voar
Você tocou minha mão, eu toquei o céu
Eu perdi minha fé, você me trouxe ela de volta
Você disse que nenhuma estrela estava fora de alcance
Você ficou do meu lado, e eu suportei
Eu tive seu amor, eu tive tudo
Eu sou grata por esses dias que você me deu
Talvez eu não saiba muito disso
Mas eu sei que isto é muito verdadeiro

sexta-feira, 11 de outubro de 2013


segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Pensem nisso


segunda-feira, 23 de setembro de 2013


quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Se tudo fosse fácil
Eu me jogaria em seus braços
Me afogaria nos seus beijos
Eu me entregaria de bandeja pra você

Se tudo fosse fácil
Mandaria a saudade embora
Estaria te odiando agora
Como se fosse fácil apagar você de mim

Saudade eu tenho toda hora
E você me vem na memória
Eu penso 24 horas em você
Estou sem tempo pra te esquecer

Saudade eu tenho toda hora
E você me vem na memória
Eu penso 24 horas em você
Estou sem tempo pra te esquecer

Mas se tiver que me deixar, vai deixando devagar
Deixa eu me acostumar, com a sua ausência

Se tudo fosse fácil
Eu me jogaria em seus braços
Me afogaria nos seus beijos
Eu me entregaria de bandeja pra você

Se tudo fosse fácil
Mandaria a saudade embora
Estaria te odiando agora
Como se fosse fácil apagar você de mim

Saudade eu tenho toda hora
E você me vem na memória
Eu penso 24 horas em você
Estou sem tempo pra te esquecer

Saudade eu tenho toda hora
E você me vem na memória
Eu penso 24 horas em você
Estou sem tempo pra te esquecer

Mas se tiver que me deixar, vai deixando devagar
Deixa eu me acostumar, com a sua ausência.

domingo, 15 de setembro de 2013


quarta-feira, 11 de setembro de 2013

segunda-feira, 9 de setembro de 2013


domingo, 8 de setembro de 2013


quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Sensação estranha


Uma sensação estranha eu tive que tudo vai acabar.
A nossa relação quase perfeita, eu sinto que tudo vai pro ar.
Já vejo os cacos de um perfume lindo se espalhando pelo chão.

E a história que vivemos juntos tendo um final de solidão.

Mas na verdade, eu quero ter outra sensação.
O que estamos vivendo é um momento impar de uma relação.
E o fogo dessa paixão representa a história que vamos viver.
Carrego comigo a certeza que esse amor nunca vai morrer.

Amor doeu saber que não iria te ver.
Chorei arrependido, um choro tão sofrido,
Pensei que ia mesmo te perder....


segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Se há saudade,
É porque houve alegria.
Se há nostalgia,
É porque existiu felicidade...
Se há o que lembrar,
É porque houve o que viver...
E o que se vive: seja bom ou ruim!!!!
Fica eternizado nos sons, perfumes e sorrisos...
Nas lágrimas, nos gostos, no toque...
No olhar, na vista pra o mar...
Na terra, na serra....
Tudo lembra, tudo chama,
Tudo traz de volta...

quinta-feira, 29 de agosto de 2013


quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Dica de maquiagem

terça-feira, 27 de agosto de 2013

domingo, 25 de agosto de 2013


sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Te amarei de janeiro a janeiro ate o mundo acabar

Há um ano atras (no dia do meu aniversário) postei um texto/desabafo sobre meu relacionamento e as cobranças que estavam em cima de mim. 
http://amanda2308.blogspot.com.br/2012/08/blog-post_23.html )
Hoje, eu faria tudo para ter essas cobranças, brigas, etc.. eu daria tudo/qualquer coisa para ter o relacionamento que eu tinha antes. Mas não vou ficar aqui me lamentando apesar da dor e da saudade. 

Bom... não tem como não falar de mim sem falar de você... 


"Não consigo olhar no fundo dos seus olhos
E enxergar as coisas que me deixam no ar,deixam no ar
As várias fases, estações que me levam com o vento
E o pensamento bem devagar...
Outra vez, eu tive que fugir
Eu tive que correr, pra não me entregar
As loucuras que me levam até você
Me fazem esquecer, que eu não posso chorar
Olhe bem no fundo dos meus olhos
E sinta a emoção que nascerá quando você me olhar
O universo conspira a nosso favor
A conseqüência do destino é o amor, pra sempre vou te amar
Mas talvez, você não entenda
Essa coisa de fazer o mundo acreditar
Que meu amor, não será passageiro
Te amarei de janeiro a janeiro
Até o mundo acabar"

quinta-feira, 22 de agosto de 2013


sábado, 17 de agosto de 2013

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

quarta-feira, 31 de julho de 2013



sexta-feira, 26 de julho de 2013