"Se nada nos salva da morte, que o amor nos salve da vida."

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016


Quero esquecer
É como um nóduo e não sai
Nem pra fugir
Sair já não me distrai
Como extinguir
As sobras de uma paixão
Retidas no mais secreto vão

Tanto a dizer
Mas tais palavras não saem
Donas de si
Para não me verem ruir me traem
Eu me perdi e não sei como explicar
O que foi que eu fiz além de amar

Ou é desamor ou é intriga
Seja o que for
Já nos desune
Se é por amar que a gente briga
Bem pode ser ciúme
Mas tudo é pouco pra tanto sofrer
Sem razão
Pra convencer meu coração