"Se nada nos salva da morte, que o amor nos salve da vida."

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015



Fácil é amar o outro quando tudo vai bem
Quando do prazer se é refém 
Fácil é quando o amor é poesia
Inspiração e boa companhia 
Fácil quando cada encontro é curtição
E tudo se transforma em diversão 
Festejar, passear, se divertir 
Mil possibilidades para descobrir 
Tantos lugares para visitar e viajar
E pelo mundo se aventurar 
Fácil é amar alguém 
Quando o riso é facil e tudo é colorido
Porque tudo no início é mais bonito

Difícil é amar quando o outro perde o equilíbrio 
Desaba com ou sem motivo
Quando perde a graça e o viço
Quando os problemas dão sinal
Quando as coisas vão mal
Quando vem a rasteira da vida 
Quando as opções não são as mais divertidas
Quando a grana tá curta e o humor ainda pior
Quando se quer, mas não se tem o melhor 
Quando faltam meios e sobram sonhos
Quando a vida não é àquela que se gostaria
E vai minguando aos poucos a alegria 
Quando a beleza ficou na lembrança 
E está duro de manter a esperança

Mas, quando é amor, o coração reconhece
Não desiste e não esmorece
Esse tipo de amor é difícil...
Esse é o tipo de amor indestrutível
Pelo qual vale a pena lutar
Em qualquer situação 
Sem cogitar separação 
Arrumando forças para continuar 
Porque vale a pena perseverar 
Mesmo nos momentos mais complicados
Porque pior é não ter o outro ao lado
E esse é o tipo real, verdadeiro e duradouro
Mais valioso do que ouro
Se encontrou um amor assim
Lute por ele, não permita e nem aceite o fim.


(Ana Paula Moraes)