"Se nada nos salva da morte, que o amor nos salve da vida."

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Se não virar amor, vira poema!



Eu não poderia esperar você para sempre, né?

Me libertei. 

As pessoas são boas e gostam de mim de um jeito doce e sincero.
 Talvez me amam até mais do que você amou um dia.
 Me contam casos engraçados e me fazem rir. 

 Tudo bem que você me fazia rir mesmo sem dizer nada... Mas eles se esforçam para ver a minha felicidade. 

    Eu odiava as incertezas sobre você. 

As pessoas prestam atenção nas minhas palavras, as quais você nem lembra mais. Parecia que não prestava atenção nas minhas histórias, no meu sentimento. 

    No silêncio de domingo a noite eu canto alguma música que me faça lembrar de você. 

....

Eu adorava os nossos domingos a noite. 

 Eu devo assumir que ainda sinto sua falta. 
Principalmente nos dias frios. Ou nos dias de sol. Ou nos dias de nada. 


                                                                 Amanda N.